domingo, 5 de abril de 2009

Resenha do filme Patch Adams:o amor é contagioso

A recreação terapêutica é uma das áreas de atuação do professor de Educação Física. O filme Patch Adams: o amor é contagioso, retrata o espaço hospitalar, com as fragilidades dos pacientes, dos profisssionais, os seus enfrentamentos e como um profissional da saúde, pode exercitar sua humanidade.

A seguir o resumo do filme realizado por um aluno da turma.

Resenha do Filme: Patch Adams
O amor é contagioso.

Estudante de medicina utiliza método singular para tratar de pacientes em hospital. Fazer rir com boas doses de carinho é seu tratamento. Com muito humor e irreverência ele conquista simpatias, o que confunde alguns colegas da classe e intriga superiores, os quais não concordam com suas idéias e querem prejudicá-lo. Aos poucos o ambiente hospitalar adquire novo aspecto e o acadêmico vai conquistando crianças e adultos, ao ponto desta relação alegre e carinhosa do médico com os pacientes tornar-se essencial para o sucesso no tratamento de alguns ou minimizar o sofrimento de outros.
Seus métodos pouco convencionais são encarados com sarcasmo pelo corpo médico e por gozações dos colegas de classe. Com obstinação, Patch Adams prossegue em seu propósito e em decorrência disto seu afastamento do corpo clinico torna-se inevitável, permanecendo apenas na assistência das aulas. Sem deixar de fazer “visitas” a seus pacientes, é flagrado pelo diretor que o afasta de vez das dependências do hospital. Tal medida provoca certa comoção nos pacientes que demonstram insatisfação, retrocedendo ao tratamento.
Mais uma vez o futuro médico expõe sua ousadia, e resolve juntamente com colegas que o apóiam, mais uma garota em especial que vem a namorar, criar um local apropriado para fornecer qualidade de vida a doentes e dar-lhes assistência gratuita. Institui o “Seu Hospital”. O local vai criando forma, os amigos trabalhando juntos, os doentes aparecendo, doações sendo recebidos, auxílios de todas as formas possíveis. Porém a fatalidade fez Patch Adams cair na realidade ao sentir a perda de sua parceira e namorada, ela morre. Seus sonhos e ideais já não tem aquele entusiasmo e para piorar a situação, seu hospital dá sinais de falta na estrutura. Apesar da cooperação dos companheiros, os recursos tornam-se escassos e a conclusão do curso está na reta final. Ele precisa formar-se logo.
O amor que sente por seus pacientes vence e a reação é retomar sua meta com mais força. Ao término do curso, para sua surpresa e da direção, seus colegas, pacientes e funcionários do hospital o homenageiam. Patch Adams chega lá. Rumo a sua vida de médico.



A história de Patch Adams e seus métodos, nos deixa claro que, um médico, deve levar em consideração em quaisquer circunstâncias, a sensibilidade e os sentimentos de seus pacientes. O doente ali está, num momento de fragilidades e carências, atitudes de afeto que demonstrem amparo, proteção e carinho só podem cooperar no sucesso de um tratamento. O futuro médico sabia disso.
Ocorre que nem sempre isso é percebido e aplicado. Tem que haver vocação, ela é a chave de tudo. O conhecimento adquirido nas escolas de medicina necessita de uma característica muito especial que é o carisma, este é nato, não se adquire. Atitudes excepcionais precisam estar associadas a conceitos deliberadamente estudados, muito antes de ocorrerem fatos que possam gerar angústias e dúvidas a quem se compromete a lidar com a vida do ser humano. Para Patch Adams, cada paciente em particular era único, necessitando na mesma intensidade de carinho e atenção.
Na realidade, fatores estruturais, externos e financeiros desviam as promessas, os sonhos e as intenções. Via de regra, poucos lembram que a dignidade do doente precisa ser tratada com afeição e respeito em primeiro lugar. Se conseguirmos unir competência e sensibilidade o tratamento terá melhores resultados.
A mensagem de Patch Adams nos dá vários exemplos, os que devemos seguir e os que devemos rejeitar, tratemos de tirar uma lição disso.
Autor da resenha: Rafael Vagner Krentz

22 comentários:

  1. Muito obrigado meu caro,foi de muita valia seu trabalho.
    Grato.

    ResponderExcluir
  2. tirei muitos exemplos de sua resenha para apresentar em 22/04/2010,,,obrigado
    alexandre cardoso,2} ano de educação fisica-uninove - sao paulo/sp

    ResponderExcluir
  3. Você falou tudo que estava em mente e não conseguia escrever. Obrigada pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  4. adorei sua resenha.parabéns!!!daniely-timon-MA

    ResponderExcluir
  5. Olá, estudo Nutrição, adorei a resenha e me ajudou fazer a minha.

    ResponderExcluir
  6. Olá, sou estudante de Artes e participo de um grupo de voluntários "Dose do riso", com visitas à pacientes hospitalizados. Vou fazer um artigo científico baseado em minhas experiências pessoais, no filme e no livro "Terapia do amor" de Patch Adams, 2002. Gostei muito da sua resenha, especialmente por ser um profissional da área da saúde, confesso que nas nossas visitas, encontramos certa resistencia do corpo clínico quanto à eficácia da terapia do riso e isso ainda me inquieta bastante. Abraços e parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha me ajudou a abrir minha mente um pouco mais sobre o que pode fazer o amor pelo próximo.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela resenha maravilhosa, que mim ajudou muito. E que esse amor seja para sempre...
    Ame o proximo como se ame a se mesmo.

    ResponderExcluir
  9. OLA SOU GISLAINE CRISTINA AADDOREI SUA RESENHA ME AJUDOU MUITO NA MINHA !!!! VLW MSM!

    ResponderExcluir
  10. OI SOU ESTUDANTE DE PSICO UNIME SALVADOR BA. MUITO BOA SUA RESENHA ESTA DE PARABENS

    ResponderExcluir
  11. Bet@ Estudante de Enfermagem - MG

    Parabéns pela resenha. Você colocou em palavras o que todos sentimos com o filme!

    ResponderExcluir
  12. SUAS PALAVRAS SAO DIVINAS EXPRESA TOTALMENTE O FILME COM NOSSAS PALAVRAS....;)BJO BOA SORTE

    ResponderExcluir
  13. Meu nome e kevin, eu estou fazendo um trabalho portifolio de OPG- Organização e Processos gerenciais no curso de ADMINISTRAÇÃO, eu tenho a agradecer pela grande explicação do filme, as palavras usadas são realmente interesantes, eu aconselharei meus amigos a lerem os textos vem elaborados continue assim.

    ResponderExcluir
  14. SOU PROFISSIONAL DA SAÚDE E SEI O QUANTO É DIFICÍL,PARA NÓS ENFRENTARMOS AS DIFICULDADES ENCONTRADAS,NO DIA A DIA SABEMOS QUE CADA UM TEM UMA MANEIRA DIFERENTE DE EXPRESSAR SEUS SENTIMENTOS DE AMOR DIFERENTE.MAS A RESENHA DO FIME NÓS MOSTRA O QUANTO CRESCEMOS QUANDO TEMOS ATITUDES DE CARINHO E AMOR COM NOSSOS PACIENTES..MARCELLO SILVA ENFERMEIRO PSIQUIATRA.

    ResponderExcluir
  15. A resenha ficou de modo suncito que respondeu a todos os requisitos visualizado e interpretado no decorrer do filme, especialmente a trajetória do protagonista no decorrer do mesmo. sendo sincero, não conseguir expressar como você um resumo ou uma resenha com tanta excência e inefavéis palavras através de sua escrita, estou aqui parabenizado !!
    Ricardo!

    ResponderExcluir
  16. Olhá, adorei sua resenha, foi de grande valia para mim...consegui fazer a minha!!!!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns Rafael, por ser o autor dessa resenha maravilhosa, expressou lindamente o filme e como um médico deve agir qdo escolhe esta profissão. Ajudou no desenvolvimento da minha resenha. Muito Obrigada!

    ResponderExcluir
  19. muito grata menino precisava de algo parecido e encontrei ajudou muito os exemplos

    ResponderExcluir
  20. obrigada garoto, fiz meu trabalho da aula de psicologia e ética através de sua resenha, muito inteligente.

    ResponderExcluir